6 passos para reduzir os gastos da clínica médica

Melhorar os resultados de uma empresa é o principal objetivo de todo empreendedor. Isso não é diferente com as clínicas e consultórios médicos. Um ponto interessante dessa busca é que muitos empresários acham que a única forma de fazer isso é atendendo mais pessoas. Na verdade, é possível aprimorar os números da empresa tentando reduzir os gastos da clínica médica.

Se você quer aprender a fazer isso, é fácil. Basta ler este artigo até o final!

6 passos para reduzir os gastos da clínica médica

Melhore o seu processo de compras

Sua clínica tem diversos fornecedores e você deve garantir que essas empresas são capazes de entregar os melhores produtos pelo valor mais justo. É comum que algumas clínicas deixem de pesquisar novos parceiros, comprando sempre das mesmas empresas.

Isso ocorre por causa de uma falsa comodidade, uma vez que pesquisar os melhores preços é entendida como perda de tempo. Esse pensamento pode custar caro ao negócio. Garantir que o processo de compras está sendo realizado corretamente é essencial para reduzir os gastos da clínica médica.

Essas medidas também se aplicam às empresas de telefonia e internet. Sempre que possível, busque os melhores planos empresariais.

Calcule o ROI dos Investimentos

ROI é a sigla para “Return On Investment”. Trata-se de um cálculo necessário no mundo dos negócios, mas nem sempre feito entre os empresários da saúde. Quando um empreendedor calcula o retorno que sua empresa teve com determinado investimento, ele percebe se aquela ação trouxe ou não resultados.

Caso identifique prejuízos, a empresa não tornará a cometer o mesmo erro. Saber dessa informação é fundamental para reduzir os gastos da clínica médica.

A fórmula para calcular o ROI é a seguinte:

ROI = ((GANHO – INVESTIMENTO) / INVESTIMENTO). 100

Exemplo: Uma clínica investiu R$ 1 mil em panfletos e obteve R$ 3 mil de retorno.

ROI = ((3000 – 1000) / 1000). 100 = 200

Nesse exemplo, o ROI foi de 200%, ou seja, para cada R$ 1 investido, a clínica recebeu R$ 2 como retorno.

Avalie o seu fluxo de caixa

Essa iniciativa ajudará a empresa a descobrir períodos em que a receita cai, fazendo com que se prepare para enfrentar esses momentos sem ser pega de surpresa.

Ao mesmo tempo, avaliar o fluxo de caixa ajuda o empreendedor a descobrir quais processos custam mais ao negócio, dando a oportunidade de avaliá-los e buscar formas de melhorá-los.

Utilize softwares para agendamento de consultas

O processo de agendamento de consultas pode ser informatizado se a sua empresa fizer uso de ferramentas adequadas. Dessa forma, a mão de obra dos seus colaboradores será melhor aproveitada e o seu negócio conseguirá reduzir os prejuízos causados por falhas ao marcar consultas.

Além disso, essas ferramentas possibilitam a análise de dados e isso ajuda o gestor a tomar decisões com o foco na melhoria contínua do seu trabalho. Sem sombra de dúvidas, essa é a melhor dica para reduzir os gastos da clínica médica.

Combata o desperdício

Torneiras pingando, luzes acesas de dia, copos descartáveis sendo jogados fora etc. Pequenos desperdícios se somam e fazem com que a sua clínica tenha que desembolsar um grande valor para mantê-los.

O primeiro passo para corrigir esses erros é aderindo às ferramentas mais econômicas. Substitua as lâmpadas comuns por luminárias de LED, troque as torneiras dos banheiros por modelos mais econômicos e conscientize funcionários e pacientes sobre a necessidade de evitar desperdícios.

Além de contribuir para o seu bolso, essas medidas também ajudam o meio ambiente.

Como vimos neste artigo, reduzir os gastos da clínica médica é uma tarefa simples que exige apenas que o empresário esteja disposto a monitorar os seus processos, buscando modernizá-los sempre que possível.

Veja também

Experimente o DoctorNote

Ganhe até 70% de agilidade na marcação de consultas e procedimentos. Comece agora mesmo seu teste grátis.